Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu (Doutorado Profissional) em Agroecologia e Desenvolvimento Territorial (PPGADT)

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 15
  • Item
    Desenvolvimento do aplicativo fazenda fácil para o manejo da irrigação
    (Universidade do Estado da Bahia, 2023-07-14) Souto, Valtency Remígio; Oliveira, Gertrudes Macário de; Teixeira, Eudis Oliveira; Marinho, Lígia Borges; Amorim, Miriam Cleide Cavalcante de; Lopo, Alexandre Boleira; Silva, Marcos Antonio Vanderlei
    O presente trabalho objetivou construir uma ferramenta tecnológica para apoiar o produtor no manejo da irrigação. A partir de observações do pesquisador em campo e buscas nas principais plataformas de softwares como Apple store e play store, foi possível detectar a falta de uma ferramenta simples e sem custo para que o produtor possa obter dados técnicos precisos no que tange a necessidade hídrica de sua cultura. A partir deste momento, foi realizada uma revisão bibliográfica, baseada em uma pesquisa qualitativa utilizando a metodologia Design Science Research para que se possa gerar um produto de qualidade e útil à comunidade. A hipótese aqui defendida é a de que, é possível construir uma ferramenta tecnológica, sem custo ao produtor, para auxiliá-lo de forma precisa no manejo da irrigação e assim economizar recursos hídricos. O aplicativo Fazenda Fácil (INPI: BR5120220021951), principal produto gerado durante a pesquisa, trata-se de um aplicativo georreferenciado, com base em dados de clima locais e coeficiente de cultura de livre acesso e uso, onde o produtor insere informações a respeito de sua fazenda e seu sistema de irrigação e o aplicativo se encarrega de calcular a evapotranspiração de referência, da cultura e o tempo necessário que o sistema de irrigação deverá permanecer funcionando para atender a necessidade hídrica da planta naquele momento. Após o desenvolvimento do aplicativo, foram realizados estudos em duas fazendas da região de Santa Rita, distrito de Casa Nova-BA, onde foi possível observar o funcionamento do aplicativo para o manejo da irrigação. O uso do App Fazenda Fácil permite o acesso gratuito e mostra-se uma ferramenta promissora para economia de água e tomadas de decisões baseadas na evapotranspiração da cultura sobre a quantidade de água adequada para a irrigação.
  • Item
    Trilha Ecológica José Theodomiro Araújo
    (2024-01-10) França, Lucas Belfort de; Souza, Édi Tácito almeida Rodrigues de; Bomfim, Felipe Rodrigues; Barbosa, Anna Christina Freire; Barros, Edonilce da Rocha; Silva, Alineaurea Florentino; Oliveira, Gertrudes Macário de
  • Item
    Aqueduto do Horto Florestal de Juazeiro/BA
    (2023-01-09) Souza, Édi Tácito Almeida Rodrigues de; França, Lucar Belfort de; Barbosa, Anna Christina Freire; Bomfim, Felipe Rodrigues; Silva, Alineaurea Florentino; Oliveira, Gertrudes Macário de; Barros, Edonilce da Rocha
  • Item
    Avaliação dos tratamentos com húmus de minhocas e efluentes de vermicompostagem na produção e qualidade do tomate cereja
    (UNEB, 2023-10-23) Santos, Erivaldo Erbo Alves dos; Paz, Cristiane Domingos da; Cocozza, Fábio Del Monte; Bomfim, Felipe Rodrigues; Santos, Francisco Gauberto Barros dos; Duarte, Antônia Eliane
    O crescente estímulo ao consumo de produtos orgânicos tem desencadeado o desenvolvimento de técnicas que proporcionam maior produtividade, como a vermicompostagem com a produção de húmus e efluentes por meio de kits Minhobuckets. Paralelamente, a procura de frutos de tomate menores, adocicados e livres de agrotóxicos tem aumentado. O objetivo do trabalho foi avaliar a resposta do tomate tipo cereja (Solanum pimpinellifolium) cultivar Wanda ao uso de adubação (húmus de minhoca) e fertirrigação com efluentes da vermicompostagem (chorume) produzidos em kits Minhobuckets. Para a produção de húmus e efluentes da vermicompostagem (chorume), esterco bovino e capim-colonião foram compostados na proporção de 3 para 1. Após a semiestabilização, os materiais utilizados na compostagem foram acondicionados em 40 kits Minhobuckets (6dm³/kit), totalizando 240 dm³ de semicomposto e adicionados 400 gramas de minhocas da espécie Estenia andrei (vermelha da Califórnia), totalizando 16 kg. Os materiais coletados nos kits Minhobuckets (húmus e chorume) foram submetidos a análise de laboratório para a determinação de parâmetros físicos, químicos e os níveis de matéria orgânica: solo e do húmus (separados e misturados); água e chorume (separados e misturados). O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso em esquema fatorial duplo com dois níveis de adubação (25% e 50% de húmus) e quatro níveis de fertirrigação (Condutividades elétricas – CE de 450µS, 900 µS, 1350 µS e 1800 µS). Para a obtenção das mudas foram semeadas sementes de tomate cereja em bandejas com capacidade para 200 células e transplantadas após 30 dias, onde foram colocadas em vasos com capacidade para 8 litros e tratos culturais foram realizados de acordo com as regras agronômicas e a legislação de orgânicos. Foram avaliados: (a) análise da primeira inflorescência; (b) análise produtiva; (c) análise da qualidade dos frutos: colorimetria dos frutos; sólidos solúveis totais – SST (ºBrix); dureza dos frutos para transporte (DFT) e dureza dos frutos para consumo (DFC); Acidez Total Titulável, pH, Sólidos Solúveis Totais e suas relações. Os dados foram submetidos à normalidade pelo teste de Shapiro-Wilk e homogeneidade pelos testes de Levene’s, de Bartlet’s, de Brow-forsythe e Fligner. Para análise dos pressupostos de variância, regressão e teste de médias (Tukey HSD) foram utilizados os pacotes programa estatístico R (ver 4.2.2) no RStudio (ver 2023.06.0+421), Sisvar, Prism e excel. Os resultados obtidos na análise da primeira inflorescência indicaram que a produção adquirida foi determinada pela quantidade de folhas destacadas até o início da floração, sugerindo que esse quantitativo contribuiu para uma adequada produção em todos os níveis de adubação. Na análise da produção os resultados mostraram que os tratamentos a base de húmus de minhocas com 50%, independentemente da fertirrigação obtiveram resultados elevados para todas as variáveis estudas nessa análise e na de qualidade dos frutos. Este resultado pioneiro e promissor que os substratos com 50% de húmus potencializaram os efluentes de vermicompostagem.
  • Item
    Seminário de educação do campo e geografia: diálogo com a agroecologia
    (2023-11-23) Martins, Peluzio Ferreira; Araújo, Fredson Rodrigues de; Santana, Francisco Cristiano Cândido
    O Seminário de Educação do campo e Geografia: diálogo com a Agroecologia, foi um evento híbrido desenvolvido pelos estudantes do programa de doutorado (PPGADT/UNEB), no curso de Geografia na Universidade Regional do Cariri, na cidade de Crato, no Estado do Ceará. O evento faz parte de uma atividade proposta na disciplina de Agroecologia, Territórios e Desenvolvimento. O Seminário teve mesa redonda e palestra. Tendo como público-alvo os estudantes dos Cursos de Geografia da URCA e da Faculdade de ciências Humanas do Sertão Central (FACHUSC) de Salgueiro – PE e de estudantes do PPGADT/UNEB de Juazeiro – BA.