Título: Histórias de Vida: Percursos de Formação de Licenciandos em Pedagogia no Campo da EJA
Autor(es): Massena, Renata Da Silva
Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos
Formação inicial
Data do documento: 2017
Resumo: Esta pesquisa buscou compreender a formação dos discentes do curso de Pedagogia na universidade pública para a atuação na Educação de Jovens e Adultos, com um recorte específico a partir do componente curricular: “Educação de Jovens e Adultos”. Assim, foi considerada como questão central da pesquisa: como o componente curricular “Educação de Jovens e Adultos” contribui na formação do Licenciado em Pedagogia na referida universidade para atuar na Educação de Jovens e Adultos? Inspirada na dinâmica de formar e formar-se, subsidiada pela experiência da autora, entrecruzou-se História de Vida e experiências na perspectiva de formação. A formação tem como fundamento a preocupação com o movimento da formação de pessoas. Logo, a utilização do ato de rememorar, através dos relatos de experiência, compactuando com a escrita, com uso dos diários biográficos, possibilita a construção e a inauguração de artefato(os) de formação, com raízes no modo didático e também humanizador da praxis docente no campo da EJA. Esta é uma pesquisa-formação e tem como metodologia a abordagem biográfica como contribuição de experiência formadora e formativa, com desenvolvimento de capacidades reflexivas dos sujeitos e com os sujeitos que colaboraram com a proposta. A imersão ao campo da pesquisa iniciou-se no período semestral 2014.1 e durou até 2014.2, no Departamento de Educação, em uma universidade pública. Nesse contexto, foram observadas três turmas do curso de licenciatura em Pedagogia, turmas de quarto semestre. Os sujeitos da pesquisa foram onze discentes e duas docentes que, nos períodos citados, eram as docentes responsáveis pelo componente curricular que constitui o recorte em discussão nesta pesquisa. A escolha teórico-metodológica teve como subsidio a abordagem qualitativa, tendo as Histórias de Vida como método. Os procedimentos metodológicos utilizados basearam-se nas observações, nas entrevistas com os sujeitos e no diário de campo da pesquisadora. A interpretação das informações, a partir dos procedimentos metodológicos, ocorreu através da análise interpretativo-compreensiva. Apreendeu-se que a EJA na universidade pública precisa ser discutida de forma mais contundente, colaborativa e formativa. A implicação com este objeto é fundamental para a universidade, especificamente para o Departamento de Educação, pois é o espaço que forma o Pedagogo para atuar na modalidade. Portanto, foi possível perceber a importância de um ateliê (auto)biográfico, com a perspectiva de formação a partir das Histórias de Vida entrelaçadas à vida profissional do Pedagogo para atuar na EJA.
URI: http://www.saberaberto.uneb.br/jspui/handle/20.500.11896/650
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação de Jovens e Adultos (MPEJA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao HISTORIAS DE VIDA.pdf2,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir