Título: Crise de identidade na obra literária O Patinho Feio
Autor(es): SOUZA, Monique Pereira Silva
Palavras-chave: Contos infantis
O patinho feio
Crise de identidade
Hans Christian Andersen
Data do documento: 15-Jun-2018
Resumo: O presente estudo trata da análise da obra literária O Patinho feio, tendo como recorte principal a crise de identidade na vertente de signos e significados, destacando-se o personagem principal, o patinho feio, e a sua trajetória de origem e crescimento. Analisam-se o universo do conto maravilhoso e sua morfologia; a representação do patinho feio no conto e a relação da história de vida de seu autor, Hans Christian Andersen, com a personagem principal. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica com embasamento teórico, destacam-se: Nelly Novaes Coelho (2006, 2008), Nádia Batella (2006), Bruno Betlheim (1980), Carl Jung (2008) e Stuart Hall. O conto O patinho feio põe em questão uma dificuldade pela qual alguns adolescentes passam, que é a de serem ou não serem aceitos pela família, pelos amigos, pela sociedade e/ou não se aceitarem como são. Torna-se perceptível no decorrer da análise que o conto infantil é rico em signos e significados os quais têm alto poder na compreensão do ser humano, manifestando-se através da fantasia, da imaginação e dos sonhos, alcançando, assim, a mente da criança. O patinho feio apresenta inicialmente o estigma de um animal bobo, sem importância e de baixa autoestima, entrando em conflito existencial, pois não sabia da sua origem, passa por uma metamorfose e descobre que é um cisne, encontrando assim sua verdadeira identidade. Conclui-se, assim, que a intenção de Hans Christian Andersen era mostrar para as crianças e adolescentes que eles precisavam acreditar mais em si, aceitando-se como são.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11896/904
Aparece nas coleções:Letras / Língua Portuguesa e Literaturas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TccMoniqueSouza.pdf636,4 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir