Título: A persuasão no discurso Religioso Midiático
Autor(es): SILVA JÚNIOR, Antônio João
Palavras-chave: Discurso religioso
Sermão
Persuasão
Data do documento: 15-Dez-2015
Resumo: Para Foucault (1998), o poder configura-se comouma rede de relações nas interações sociais que se consolidapor meio da materialização dos variados discursos que constroem, desconstroem e produzem efeitos de verdade e saberes em diferentes espaços e tempos, instituindonovas práticas sociais e discursivas que interpelam os sujeitos. Isso decorre, também, em função da multimodalidade de gêneros discursivos (BAKHTIN, 2003) que circulam socialmente e nos permitem não somente acessar e consumi-los, mas também produzi-los.Nesse sentido, uma gama de discursos,entre eles o discurso religioso, vem sendo veiculada por meio das mídias, inclusive televisiva, uma das mais populares e acessíveis para a grande maioria do povo brasileiro. As instituições religiosas, atentas às tendências das novas tecnologias de comunicação, utilizam esses espaços midiáticos como instrumentosde divulgação da fé e persuasão dos fiéis. Dessa forma, criam-se imagens dos fiéis e para os fiéis, quase sempre com fins proselitistas,na intenção de divulgar e manterdeterminados posicionamentosdoutrinários, fazendo-os circular como expressãodaverdade. Este trabalho,portanto, intitulado A persuasão no discurso religioso midiático, reflete acerca da interpelação do discurso religiosoapartir deum dos sermões da Igreja Presbiteriana do Brasil,veiculado no Programa “Verdade e Vida”, transmitido aossábadosno canal aberto da Emissora Bandeirantes. Dito isso, temos, nesse estudo, como objetivo geral:compreender como é construída a persuasão no sermão “Perdão: a cura das emoções”, ministrado pelo Reverendo Hernandes Lopes. E como objetivos específicos:analisar as formulações que constituem esse sermão e descrever as especificidades dos enunciadosque marcam a presença do ethose os efeitos de verdade e persuasão ali materializados por meio do interdiscurso. Os procedimentos metodológicos tiveram como base os princípios da obra “A Arqueologia do Saber” (FOUCAULT, 1972) a partir do método da descrição-interpretação.Nossa moldura teórica tem como princípios:a Análise do Discurso de Linha Francesa com os estudos de Foucault,em virtude da metodologia e das relações de poder implícitas no discurso religioso e as Novas Tendências em Análise do Discurso Francesa, mediante as teorias sobre o ethos e mídium de Maingueneau (2008a; 2008b; 2008c; 2008d; 2009; 2010; 2011). Esta investigação reafirma através dos enunciados, tomados no sermão estudado, como o interlocutor revela o ethosdiscursivo, sinalizando para os ouvintes, pathos,seu discurso persuasivo, unilateral e a sua vontade de verdade. Compreendemos que a Análise do Discurso de Linha Francesa, bem como as Novas Tendências da Análise do Discurso Francesa trazem significativas contribuições para o ensino da língua materna, inclusive para refletir e,por vezes, desconstruir as vontades de verdade publicitadasnos diferentes gêneros do discurso que circulam nas variadas esferas sociais.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11896/826
Aparece nas coleções:Letras / Língua Portuguesa e Literaturas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TccAntonioJunior.pdf1,39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir