Título: Coordenação Pedagógica na EJA em Municípios Baianos: Reflexões Teórico-Metodológicas Sobre sua Formação Continuada.
Autor(es): Lima, Edson Barreto
Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos;
Formação Continuada
Data do documento: 2017
Resumo: Neste trabalho objetivei compreender qual a orientação teórico-metodológica da formação continuada da Coordenação Pedagógica da Educação de Jovens e Adultos (CPEJA) dos municípios de Barrocas, de Conceição do Coité e de Serrinha, Estado da Bahia; pelas características do meu objeto de estudo, assumi a opção pela abordagem qualitativa na perspectiva da concepção dialética. O estudo de caso coletivo foi o “elemento” aglutinador das ações previstas para a realização da pesquisa que abarcou o desenvolvimento da entrevista semiestruturada (aplicada com base num roteiro de perguntas abertas) e a análise de documentos oficiais; os instrumentos necessários à produção dos dados da pesquisa me levaram a novos questionamentos que, em momento posterior, ensejarão maior aprofundamento crítico-reflexivo acerca do objeto de estudo. Enfatizo, que, além do aporte da legislação específica (LDB 9394/1996, PEE, etc.), este trabalho está fundamentado em pesquisadores que discutem a temática da formação continuada, voltada para a coordenação pedagógica e as possíveis perdas da não oferta da formação em destaque. Os resultados da pesquisa demonstraram: a) a inexistência de política pública para a formação continuada da coordenação pedagógica da EJA; b) a inexistência de orientação teórico-metodológica dos municípios para as CPEJA; c) certa fragilidade teórica, conceitual, quanto ao significado do que venha ser Coordenação Pedagógica da Educação de Jovens e Adultos; d) que a CPEJA não encontrava apoio da Secretaria de Educação quanto às suas dúvidas; e) a preocupação das CPEJA em buscarem a autoformação para ter maior segurança teórico-metodológica no desenvolvimento de sua prática; f) a necessidade de criação de uma equipe permanente de coordenação pedagógica da EJA; g) que, no âmbito do PME, existe a intencionalidade das secretarias municipais da educação de promoção de cursos de formação continuada para as CPEJA; h) a inexistência de política pública voltada à formação continuada da CPEJA na Lei Orgânica Municipal; i) os resultados demonstraram, ainda, que a prática pedagógica das CPEJA tem um viés na pedagogia libertadora.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11896/684
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEDUC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EDSON BARRETO LIMA.pdf1,46 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir