Título: Políticas de Educação e Juventudes de Salvador: nexos estratégicos
Autor(es): Oliveira, Adenilma Santana
Palavras-chave: Políticas Públicas
Juventude
Data do documento: 2017
Resumo: Os contornos juvenis da contemporaneidade fazem emergir a necessidade de repensarmos a prática educativa com as juventudes. O direito ao acesso à educação desses estudantes urge caminhar em harmonia com o direito de uma aprendizagem significativa, sedimentada através de políticas públicas destinadas para este segmento. Partindo desta concepção sociológica, esta pesquisa traz como principal objetivo refletir acerca das políticas de educação e juventudes de Salvador, analisando as suas conexões com a perspectiva de garantia dos jovens como sujeitos de direitos no contexto educativo. Um estudo qualitativo, inspirado na dialética e embasado na análise documental, com utilização de observações e entrevistas semiestruturadas com professores, coordenadores e jovens alunos do 6º ao 9º ano da Rede Municipal de ensino da cidade de Salvador. O diálogo educacional aqui proposto traz as seguintes questões: Como as várias concepções de juventude interferem na estruturação da política municipal de Salvador? De que forma as diretrizes legais para este público dialogam com os parâmetros norteadores da educação de Salvador? Como a educação das juventudes tem possibilitado a abordagem de direitos dentro do ambiente educacional? Para tanto, os diálogos epistêmicos e teóricos de Freire (1999), Freire e Shor (1986), Marques (2000), Morin (2002), Nóvoa (2007), Leiro (2015) e Gramsci (1982), Carrano (2000), Dayrell (2007), Melluci (1996), Sposito (2009), Boneti (2006), Souza (2004), Saviani (2011), dentre outros, constituem os pilares desta discussão acadêmica e social. O presente texto corrobora a reflexão acerca das necessidades de continuidade de inserção dos sujeitos jovens na pauta das iniciativas públicas como ponto fundamental de preocupação e consideração das particularidades do segmento juvenil. As sínteses trazidas neste estudo propiciam um olhar atento a estas políticas e também às práticas pedagógicas com estes jovens, que, por vezes, pouco visibilizados, são aqui vistos, ouvidos, citados e reconhecidos a partir da possibilidade do “encontro”. A oportunidade de escuta dada aos sujeitos deste estudo propiciou identificar as relações estabelecidas no ambiente de aprendizagem e as políticas pensadas para este público, sendo possível também analisar os percalços existentes, bem como as perspectivas para efetivação de uma educação integral e de qualidade.
URI: http://www.saberaberto.uneb.br/jspui/handle/20.500.11896/447
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEDUC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao de Adenilma.pdf1,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir